Programa

Programa_Geral

Programa Científico

O programa científico provisório já está disponível.

Conferências Plenárias

Lino Camprubí (Universidade de Sevilha)

HPS is a contested interdisciplinary field with several overlapping traditions. Through some examples from modern oceanography, I will argue that HPS can gain much from turning to the history of technology in its approach questions such as representation in models and simulations, the relationships between bodily senses and mechanical sensors and the construction of new geographical spaces.

Lino Camprubí é investigador Ramón y Cajal na Faculdade de Filosofia da Universidade de Sevilha. Foi investigador no Instituto Max Planck de Historia da Ciência (Berlim), professor convidado na Universidade de Chicago, investigador pós-doc no CEHIC da Universidade Autónoma de Barcelona, tendo então integrado o projecto ERC The Earth Under Surveillance. Concluiu o o seu doutaoramento na Universidade da California (Los Angeles). É autor dos livros Engineers and the Making of the Francoist Regime (MIT Press, 2014) e Los ingenieros de Franco. Ciencia, catolicismo y Guerra Fría (Crítica, 2017), que recebeu o prémio ICOHTEC-Turriano de melhor livro de história da tecnologia escrito por um autor jovem a nível internacional. Recentemente co-editou o número especial “Experiencing the Global Environment” (Studies in the History and Philosophy of Science, 2018) e o livro Technology and Globalisation: Networks of Experts in World History (Palgrave MacMillan, 2018).

Henrique Leitão (CIUHCT / Universidade de Lisboa)

Como muitas outras disciplinas académicas, também a nossa — originalmente, a História da Ciência, e progressivamente, a História da Ciência, da Tecnologia e da Medicina — desenvolveu-se sob o efeito de atracções e de repulsões polares. Como que navegando entre os dois monstros míticos Cila e Caríbdis, a disciplina constitui-se e foi moldada pelo equilíbrio entre tensões divergentes que lhe deram forma, definiram objectivos e determinaram agendas de investigação. Nesta conferência proponho um olhar sobre esta evolução centrando-me sobretudo na situação portuguesa, e cobrindo áreas que vão desde a Idade Média até ao século XX, com o objectivo de esclarecer como esta tensão nos possibilita hoje novas Perspetivas Cruzadas na Construção do Conhecimento.

Henrique Leitão é Investigador do Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia (CIUHCT) , e docente no Mestrado em História e Filosofia da Ciência, na Faculdade de Ciências de Universidade de Lisboa. Os seus interesses de investigação centram-se na história das ciências exactas, entre o século XV e o século XVII, sendo o coordenador da comissão científica encarregue da publicação das Obras de Pedro Nunes, pela Academia das Ciências de Lisboa e a Fundação Calouste Gulbenkian. É o autor de uma vasta obra, com vários livros e algumas dezenas de artigos publicados em periódicos da especialidade. Publicou em 2010 a primeira tradução integral no nosso país de uma obra de Galileu: Sidereus Nuncius. O Mensageiro das Estrelas (Fundação Calouste Gulbenkian). Participa, como coordenador ou membro, em vários projectos nacionais e internacionais e é membro de diversas sociedades científicas portuguesas e estrangeiras, entre as quais destaca a Academia das Ciências de Lisboa, a Académie Internationale d’Histoire des Sciences, a European Society for the History of Science (foi membro do «Scientific Board» no triénio 2008-2010) e a History of Science Society.

Visita ao Património Museológico da CUF (10 de Julho)

Gratuito, sujeito a marcação no acto de inscrição no Congresso. Leia mais aqui.

Jantar do Encontro (10 de Julho)

Casa da Cerca, 20€ por pessoa
Inscrição e pagamento do jantar no ato de inscrição no Congresso

Advertisements